google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Katados goleia Dragões do Calu na estreia da 1ª Super Copa Filhos da Terra

Por Lucas Ribeiro

Domingo de sol escaldante no CDC Décio da Silva. Katados e Dragões do Calu fariam a sua estreia no grupo E da competição. Vindo de boas participações nos principais campeonatos da várzea de São Paulo, o Katados tinha o favoritismo no confronto e acabou comprovando no segundo tempo.

O jogo

O Katados começou o jogo procurando o ataque e quase abriu o placar no comecinho da partida. Aos três minutos, Gui cruzou da direita e achou Rafa livre. O camisa 9 do Katados desviou de cabeça, mas a bola saiu à direita do gol de Nathan.

Aos 9, o primeiro gol da partida. Gui recebeu na direita, ajeitou para a perna esquerda e bateu. Nathan fez grande defesa, espalmando para escanteio. Na cobrança, Pedro ganhou pelo alto e testou firme, Nathan fez outra grande defesa, mas deu rebote. Murilo, livre na pequena área, apenas complementou para o gol. Katados 1 a 0.

O Katados seguiu tendo mais a posse de bola, mas não conseguia mais ameaçar o gol de Nathan. O Dragões encaixou melhor a marcação e o jogo passou a se tornar perigoso. Sabe o velho ditado: “Quem não faz, toma?”, era um sentimento cada vez mais presente no CDC Décio da Silva.

Aos 24, o Katados desperdiçou mais uma oportunidade. Wellington foi no fundo pela esquerda, cruzou para Gui, sozinho na grande área, cabecear para fora.

Aos 35, o que todos imaginavam, aconteceu. Renan recebeu ótimo passe e partiu livre. Na saída de Geo, ele bateu forte, alto, sem chances para o goleiro do Katados. Tudo igual. 1 a 1.

Katados volta melhor e goleia

Quando todos esperavam um segundo tempo complicado, com o empate do Dragões no finalzinho do primeiro tempo, se enganou. O que vimos foi um rolo compressor de preto e branco que não deu a menor chance de reação para o adversário.

Mesmo assim, tudo poderia ter sido diferente se Renan tivesse aproveitado a chance da virada. Logo no primeiro minuto da etapa complementar, o camisa 11 do Dragões recebeu belo passe de Emerson. Ele ficou de novo na cara de Geo, mas desta vez bateu todo torto, sem direção, jogando fora a virada.

O Katados não perdoou. Aos três minutos, Murilo cobrou falta da esquerda direto pro gol. A bola encobriu Nathan e morreu no fundo das redes. 2 a 1.

Aos 5, Gui foi lançado no costado da zaga e ficou sozinho com Nathan. Ele tentou encobrir o goleiro do Dragões, mas também encobriu o gol e a bola foi para fora.

Aos 8, Murilo cobrou escanteio da esquerda e, de novo, livre, Rafa cabeceou para fora.

Aos 10, Paulinho lançou Gui. A zaga do Dragões parou na jogada pedindo impedimento que não existia. O camisa 10 do Katados driblou o goleiro e ampliou o placar. 3 a 1.

Aos 13, Murilo cobrou outro escanteio, desta vez quem subiu para cabecear foi Pedro, sem chances para o goleiro. 4 a 1

Aos 15, Murilo avançou pela direita, rolou para Celo, que apenas ajeitou para Gui encher o pé esquerdo dentro da área e anotar mais um para o Katados. 5 a1.

Com 21 minutos, Murilo lançou Celo, que pegou de primeira, cruzado, longe do alcance de Nathan. Bonito gol. Katados 6 a 1.

Aos 25, o Dragões poderia ter diminuído o prejuízo. Rafael cobrou falta frontal por cima da barreira. Ela tinha endereço certo no canto esquerdo, mas Geo foi lá e fez boa defesa.

Aos 29, Caio foi lançado na esquerda e cruzou para o meio. Murilo apareceu na segunda trave e ajeitou para o meio. Celo apenas conferiu para o fundo das redes. 7 a 1.

Aos 30, Gui foi lançado na esquerda, se livrou do marcador e tocou na saída do goleiro para dar números finais a partida.

Ficha Técnica
Katados 8×1 Dragões do Calu
Data: 23/09/2018
Local: CDC Décio da Silva

Katados: 01- Geo, 20- Jaques (21- Ítalo), 03- Marcos, 04- Pedro e 06- Wellington (26- Caio); 05- Paulinho, 07- Murilo, 10- Gui e 08- Jaime; 09- Rafa (19- Celo) e 11- Marcelinho. Téc: Jeh.

Dragões do Calu: 01- Nathan, 17- Patrick, 21- Rafael, 20- Diego (18- André) e 14- Gabriel; 05- Igor, 08- Emerson, 16- Gustavo e 07 – Marcelo (03- Gabriel Conceição); 13- Cristiano e 11- Renan. Téc: Mário.