Nacional vence Açucena por 3 a 2 e estreia com vitória na 3ª Copa Nacional de Veteranos

Por Cléber Cunha

Começou no último sábado (14) à 3ª edição da Copa Nacional de Veteranos, a partida de abertura foi entre o Nacional, time da casa, e o Açucena, do bairro do Limão, zona norte. Liderados por Marcos Assunção (ex-jogador da Seleção Brasileira, Palmeiras, Santos, Flamengo entre outros), a equipe de Caieiras aproveitou bem os contra-ataques para vencer a partida. Destaque para Fabiano, o genro do Pofexô marcou duas vezes.

O jogo

O time da zona norte começou melhor o jogo, partindo para cima do Nacional, sufocando o time da casa no campo de defesa, mas pecava na hora da finalização. O time de Caieiras saía em rápidos contra-ataques e, em um deles, o lateral Vaguinho lançou para Zóio, que saiu na cara do gol e tocou na saída do goleiro Gerê, a bola bateu na trave e, no rebote, o atacante Toninho colocou para o fundo do gol. 1 a 0 Nacional.

O gol pareceu não abalar o time do Açucena, que foi em busca do empate. Primeiro, Fabinho cruzou na área e Ailton cabeceou, para boa defesa do goleiro Rodrigo.  No lance seguinte, falta para o time do bairro do Limão na entrada da área, Fabinho cobrou e a bola passou tirando tinta da trave.

Na traveee

Melhor em campo, o Açucena continuava pressionando. Numa tabela envolvente, na entrada da área, Claudinho recebeu e fuzilou o goleirão Rodrigo, mas a bola caprichosamente bateu na trave.

E como diz a velha máxima do futebol, quem não faz toma! Mais uma vez o Nacional foi preciso e eficaz em seus contra–ataques. Fabiano recebeu lançamento, deixou os marcadores para trás e, na saída do goleiro Gerê, mandou para o fundo da rede. 2 a 0 Nacional.

No finalzinho da etapa inicial o time da casa quase marcou o terceiro.  Novamente com Fabiano, ele recebeu cruzamento de Javier, o Espanhol, mas parou no goleiro do Açucena.

 Rodrigo se destaca e garante a vitória do time da casa

A etapa final começou com o Açucena pressionando o time de Caieiras. Em cruzamento na área, Ronaldo furou, Cosme aproveitou e chutou para defesa do goleiro Rodrigo.

O time do Limão pressionava em busca do primeiro gol, kas parava nas mãos do goleirão. Primeiro, Rodrigo defendeu uma cabeçada à queima-roupa, depois em bate e rebate dentro da área, fez outra grande defesa em chute do volante Cosme.

E o volante Cosme deve ter sonhado com o goleiro Rodrigo. Em mais um lance de bola parada, ele quase fez o seu, mas (de novo) parou nas mãos do goleiro Rodrigo.

Mas água mole e pedra dura, tanto bate, até que fura. E de tanto insistir, o time da zona norte conseguiu diminuir. Cruzamento na área e Ronaldo tirou do goleiro diminuindo o placar. 2 a 1.

O Açucena quase empatou com Vando no lance seguinte, mas o chute foi para fora.

E não era apenas o goleiro Rodrigo que estava afiado. Mais uma vez o contra-ataque do Nacional foi eficaz. Javier fez bela jogada pela esquerda e cruzou para o artilheiro Fabiano marcar o terceiro gol do time da casa.

Ainda deu tempo do Açucena fazer o segundo. O atacante Vando partiu para cima da defesa e foi derrubado dentro da área. Pênalti! O próprio Vando bateu e diminuiu, mas já era tarde. Final de jogo, Nacional de Caieiras 3×2 Açucena/Bairro do Limão.

Ficha Técnica
Nacional/Caieiras 3 x 2 Açucena/Bairro do Limão
Data: 14/04/2018
Local: Campo do Nacional de Caieiras

Nacional: 1 – Rodrigo; 2 – Piá; 3 – Cris; 4 – Caniggia; 6 – Vaguinho; 5 – Marcelo Silva; 8 – Marcos Assunção; 10 – Zóio; 7 – Javier; 9 – Fabiano; 11 – Toninho. Técnico: Jurassi

Açucena: 1 – Gerê; 2 – Ronaldo; 3 – Henrique (10 – Adauto); 4 – Baiano; 6 – Celino; 5 – Careca (15 – Cosme); 8 – Claudinho; 13 – Marcelo (19 – Flávio); 7 – Fabinho (16 – Cabeça); 9 – Ailton; 11 – Vando. Técnico: Toninho

Árbitro: Fábio Florindo
Auxiliar 1: William Preste
Auxiliar 2: Viviane Lopes

Voltar ao Topo