google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Hugo brilha nos pênaltis, Brasília vence Tricolor da Penha e vai para final da Copa Negritude

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather

Por Diego Cunha

Tricolor começa jogando bem e até abriu o placar, só que viu o Brasília crescer no segundo tempo e perde a vaga nos pênaltis. 

O jogo

No domingo (26), Brasília e Tricolor da Penha se enfrentaram pela segunda semifinal
da Copa Negritude. Com o favoritismo para o lado do Brasília, o time da Penha não ficou la atras esperando o adversário, foi para cima e acabou fazendo o gol primeiro que o time do Jardim São Luiz.

Aos 20 minutos, o Brasília saiu jogando errado pelo meio e a bola caiu no pé do camisa
10 do Tricolor. Coloral carregou a bola sozinho e acertou um chute no canto esquerdo
de Hugo, inaugurando o placar.

Quando todos pensavam que o Brasília iria acordar, nada aconteceu e o time continuou dando
espaços para o Tricolor, que teve a chance de ampliar ainda no primeiro tempo. Aos 30
minutos, Coloral lançou por trás da zaga. O camisa 68, Capetinha, dominou de direita,
trouxe para a esquerda e deu um tapinha por cima do goleiro, ela caprichosamente
raspou a trave e saiu.

Brasília acorda e volta melhor para a segunda etapa

Diferente do primeiro tempo, no segundo o Brasília voltou avassalador e logo aos
quatros minutos igualou o marcador. Escanteio do lado esquerdo batido por Rogerinho no segundo pau, encontrou Sulivan, que testou no canto esquerdo do goleiro, que
nada pode fazer.

Logo em seguida o Tricolor teve a chance de fazer mais um e jogar um balde de água fria
no Brasilia. Aos 6 minutos, Victor tocou em profundida para  Coloral, ele ameaçou
chutar no gol e acabou cortando para o zagueiro, que chegou dando carrinho, um
belíssimo lance, só que na hora da finalização pecou e acabou chutando em cima de
Hugo, que ali começava a mostrar que seria o herói do Brasilia.

O Brasília queria matar o jogo no tempo normal, já o Tricolor demonstrava cansaço e
queria levar para os pênaltis.

No ulltimo lance o Tricolor teve mais uma chance. Em um escanteio cobrado curto pelo
Brasília, Cléber tentou o drible e acabou perdendo a bola, dando o contra-ataque para
o Tricolor. Capetinha carregou do meio campo, quando entrou na área, cortou para dentro e chutou no contrapé do goleiro. Hugo fez um milagre e a bola sobrou para capetinha de novo, que chutou em cima de Hugo mais uma vez. Poucos segundos depois o jogo se encerou e a decisão da vaga ficou para os pênaltis.

Nos pênaltis, o time do Brasília foi mais efetivo e acertou quatro cobranças, enquanto seu adversário marcou apenas dois gols. Com isso, o time do Jardim São Luiz vai enfrentar o Tiradentes na decisão da Copa Negritude.

Ficha Técnica:
Tricolor da Penha (2)1 x 1(4) Brasília
Local: Negritude
Data: 26/11/2017

Tricolor: 1- Ivo, 80- Alan, 54- Bruno F, 6- Bruno R, 10- Coloral, 68- Capetinha, 9-
Marcondes, 18- Ricardo, 200- Thalysson, 55- Thiago 2- Victor. Treinador: Ronaldo.

Brasília: 1- Hugo, 20- Cleber, 4- Rodrigo, 18- Sulivan, 6- Chulé, 25- Wellington, 7-
Weverton (11- Vitinho), 14- Denis, 22- Max, 9- Joel(19- Maurilio), 10- Rogério.
Treinador: Junior.

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather