google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

União RJ bate o Levanta Poeira na Copa Garanhão 2017

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather

Equipe do Jardim São Luís se impõe, domina a partida e consegue resultado importante

Por Lucas Ribeiro

Partida posterior à disputa da final da 2ª Copa da Liga Esportiva Interlagos, entre Ingá Loko e Brasileirinho (que terminou com a vitória do Ingá Loko nas penalidades), Levanta Poeira e União RJ entraram no CDC Décio da Silva para mais uma rodada da Copa Garanhão 2017. Vindo de um empate na estreia diante do Santa Clara, o Levanta precisava de uma vitória para continuar firme na briga por uma vaga na próxima fase. Estreando na competição, o RJ queria começar com o pé direito.

O jogo

A primeira oportunidade de gol aconteceu  aos seis minutos da etapa inicial. Em falta frontal na intermediária, Guilherme cobrou por fora da barreira, obrigando o goleiro Jefferson a cair no canto esquerdo e fazer ótima defesa, evitando o primeiro gol do Levanta Poeira.

A resposta do União veio logo na sequência. Aos sete, contra-ataque rápido, Afonso foi lançado na direita e bateu cruzado. Japonês, com a ponta dos dedos, evitou que o placar fosse inaugurado no Anhanguera.

Aos 16 minutos teve o lance mais polêmico do primeiro tempo. Em falta batida para a grande área, a zaga rebateu mal. Japonês fez a defesa parcial, mas no rebote, houve uma disputa entre Fábio e Rodrigo. O zagueiro do Levanta Poeira tentou alcançar a bola, mas acertou somente o jogador do União. O árbitro mandou seguir, mas para quem estava atrás do gol, o pênalti aconteceu.

O último lance de perigo da primeira etapa veio aos 24 minutos. Igor foi lançado no fundo, cortou para dentro e cruzou. Zoio pegou de primeira e Jefferson operou um milagre (a bola ainda tocou no travessão antes de sair) e manteve o empate no placar.

Na marca da cal, União decide o jogo

Se no primeiro tempo houve um pênalti não marcado, no início da segunda etapa não teve conversa. Aos cinco minutos, uma bela bola enfiada pelo miolo de zaga do Levanta Poeira, Fábio surgiu na cara de Japonês e foi derrubado por Gil. Pênalti. Josimar cobrou no canto direito, meia altura, Japonês acertou o canto, mas não evitou o gol. 1 a 0.

O gol não intimidou o Levanta Poeira, que foi em busca do empate. Aos sete, Corró recebeu dentro da área e bateu de pé esquerdo. Jefferson caiu no canto esquerdo e colocou a bola para escanteio.

O jogo era parelho, mas o Levanta Poeira não jogava bem. Com a vantagem no placar, o União RJ era cauteloso, não se atrevia a se expor e dar espaços para a equipe do Taboão da Serra. Malandro, parecia esperar por um erro do adversário para matar o jogo.

Foi dito e feito. Aos 19 minutos surgiu a chance de matar o jogo. Contra-ataque, três contra um. Cássio puxou o contra-ataque pelo meio e tocou para Marcos Vinicius na direita. O camisa 11 invadiu a área e bateu no alto. Japonês voou na bola, espalmou para escanteio e operou um verdadeiro milagre no CDC Décio da Silva.

A mimosa que já estava capengando, deitou de vez aos 22 minutos. Bola levanta da direita e sobrou para Marcos Vinicius, que desta vez não perdoou, encheu o pé direito e fez 2 a 0.

A vantagem fez o União recuar. Precisando de pelo menos do empate (que passou a ser um ótimo resultado), o Levanta Poeira se lançou inteiro ao ataque.

Aos 28, Leonardo foi lançado no costado da zaga do União, ficou na cara de Jefferson e deu um biquinho na bola. Ela saiu, caprichosamente, raspando o poste direito e se perdeu pela linha de fundo.

Aos 33 minutos houve um lance que ilustrava a tarde infeliz do Levanta Poeira. Já substituído, Gil ofendeu a assistente da partida e foi expulso (mas como já estava fora, o Levanta Poeira continuou com 11 jogadores em campo).

No último minuto regulamentar (35), Negão recebeu na entrada da área, cortou para o pé esquerdo e bateu colocado. Jefferson caiu no canto direito e espalmou para escanteio.

Água mole e pedra dura, tanto bate, até que fura. Aos 38 minutos, Josimar derrubou Corró na área. Pênalti. Isaac bateu de cavadinha, no meio do gol, diminuindo o placar, mas não havia tempo para mais nada. Fim de jogo no CDC Décio da Silva.

Ficha Técnica
Levanta Poeira 1×2 União RJ
Local: 
CDC Décio da Silva
Data: 04/06/2017

Levanta Poeira: 1 – Japonês, 25 – Gustavo (7- Isaac), 3- Guilherme, 21- Rodrigo e 2- Gil (15- Kaique); 5 – Garrincha (11- Leonardo), 19- Sapo (16- Jessé), 10- Igor e 22- Corró; 23 – Negão e 13 – Zoio. Téc: Alex.

União RJ: 1- Jefferson, 20 – Agnaldo (13- Kelvin), 3 – Josimar, 19- Lucas e 8- Cássio; 6- Luiz (11- Marcos Vinicius), 17- Fábio, 5- Luquinhas e 18- Danilo (10- Joabson, que saiu machucado para a entrada de 19- Jhonis); 14- Everton e 7- Afonso. Téc: José.

Cartões amarelos: Rodrigo e Jessé (Levanta Poeira) / Luiz, Afonso e Everton (União RJ)

Cartões vermelhos: Gil (Levanta Poeira)

Árbitro: Carlos Brito
Assistente 1: Tatiane Oliveira
Assistente 2: Josemir Bispo

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather