google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

R-2 Debony vence Palmeirinha e começa com o pé direito na Copa Garanhão

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather

Partida realizada no último sábado, (06), no CDC Décio da Silva foi truncado, com muita marcação no meio

Por Caio Henrique

Primeiro tempo morno

A etapa inicial começou como as maiorias das estreias começam. Ambas as equipes se estudando no meio campo, tentando uma investida ou outra aproveitando um erro adversário. Aos cinco minutos, quase o R-2 abriu o placar em uma tentativa que não havia sido testada até então. O chute de fora. Tiago ariscou, a bola passou raspando o travessão de Juninho que só olhou.

Foto: Caio Henrique/FCS

A resposta do Palmeirinha não demorou a chegar. Aos sete minutos, Iranildo recebeu com espaço na intermediaria direita de ataque, teve tempo de levantar a cabeça e encontrar Marlon entrando no costado da zaga. O atacante recebeu, mas demorou a finalizar, quando o fez, Hugo, arqueiro do R-2 já estava fechando os espaços e fez a defesa. Após esses dois ataques, o jogo esfriou.

Já na metade da partida, o equilíbrio ficou evidente. O R-2 mantinha a posse, mas não conseguia criar com perigo. O Palmeirinha buscava o contra-ataque, então, povoava o meio campo a fim de achar um erro e conseguir surpreender. Nenhumas das estratégias foram bem sucedidas, o jeito era abrir o jogo pelas laterais do campo. Foi o que aconteceu.

Nos últimos dez minutos do primeiro tempo, o que se via eram muitos cruzamentos e chutes de longa distância, nenhum com perigo. Aos 36 minutos, o arbitro Fábio Florindo colocou pontos finais na etapa inicial sem gols.

Segundo tempo

Já passados os períodos de nervosismo pela estreia e estudo, o segundo tempo tinha tudo para ser melhor. E foi. Muito pelo fato de ter saído um gol antes dos dez primeiros minutos. O Debony abriu o placar, explorando uma desatenção da linha defensiva adversária. Aos nove minutos, Godoy foi derrubado no meio campo e sofreu falta. Ao colocar a bola para efetuar a cobrança, percebeu Tiago entrando no facão e lançou. O atacante fez o domínio meio desequilibrado, mas ainda assim conseguiu bater. Juninho escorregou, ainda tocou na gorduchinha, mas ela foi entrando devagar. O placar estava aberto.

Atrás do marcador, coube ao Palmeirinha fazer algumas mudanças para tentar mudar o jogo. Agora a posse de bola já não era mais do R-2, a equipe verde de Paraisópolis imprimia.

Foto: Caio Henrique/FCS

o ritmo e os azuis da Pedreira esperava somente um erro para poder matar o jogo. Aos 13 minutos, quase tudo fica igual no marcador. Esquerda recebeu na linha de fundo e cruzou no meio da área. Marcos, que havia acabado de entrar, se antecipou ao zagueiro e cabeceou. A bola não pegou do jeito que ele esperava e saiu, mas passou perto.

Após sofrer um perigo, o R-2 redobrou a atenção na marcação, o Palmeirinha tinha a bola, abria o jogo pelas laterais, mas não encontrava espaços para uma infiltração ou um cruzamento para um jogador que chegava de trás. O tempo foi passando, e o famoso abafa começou a chegar. Já não se tinha uma organização ofensiva ou tática para o Palmeirinha atacar. Eram lançamentos da zaga para o ataque, ou cruzamentos.

Vendo a forma com que seu adversário se portava, o R-2 também mudou algumas peças. A intenção era rodar a bola, manter a posse para não dar chances de o adversário conseguir o gol de empate. O Palmeirinha por sua vez, começou uma marcação pressão desde o seu campo de ataque para que o R-2 não pudesse achar espaços para tocar a bola. Faltando dois minutos para o término do tempo regulamentar, um lindo chute de Sasá para o Palmeirinha explode no travessão. O volante chegou como elemento surpresa e arriscou de fora, a bola foi no meio do gol, o goleiro demorou a cair, mas para sua sorte, ela beijou o poste e não entrou.

Aos 38 cravados, Florindo encerrou a partida truncada, porém eficiente do R-2 para começar bem, com três pontos na copa Garanhão. O Palmeirinha agora vira a chave e foca na sua estreia pela copa da Paz sábado, 15 horas contra o Aliança em seu campo, no Paraisópolis.

Ficha Técnica

Palmeirinha 0x1 R-2 Debony
Data: 06/05/2017
Local: CDC Décio da Silva

Palmeirinha: 12- Juninho; 2- Julinho; 3- Robson; 4- Emerson (20- André); 6- Esquerda; 5- Sasá; 16- Toninho; 7- Iranildo (8- Josimar); 19- Paulo (9- Marcos); 10- Fumaça; 11- Marlon (14- Ailton). Técnico: Bruno

R-2 Debony: 1- Hugo; 25- Daniel; 3- Marquinhos; 21- Robertinho; 9- Caio; 5- Henrique; 7- Tiago; 26- Cainho (22- Edilson); 16- Godoy; 10- Bruninho (20- Junior); 11- Elson. Técnicos: Erinaldo e Ceará

Árbitro: Fábio Florindo
Auxiliar 1: Ivan Oliveira
Auxiliar 2: Luis Gustavo

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather