google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Prazer, cartão verde!

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather

Medida que vai ser implementada na Copa Verde 2017, chega à Super Copa Pioneer 2017 neste final de semana

Por Lucas Ribeiro

Gianni Infantino vem implementando diversas mudanças no mundo do futebol (mudará até o formato da Copa do Mundo!). A mais recente delas é o uso do cartão verde, que no Brasil, terá a Copa Verde 2017 como a competição teste. Mas, afinal de contas, o que é o cartão verde?

É simples: o cartão verde é uma “premiação” para o fair play (jogo limpo) praticado dentro de campo. Em meio as discussões sobre a honestidade dos jogadores (apimentada pelo comportamento no clássico entre Corinthians x Palmeiras), a medida parece estranha, quase que como uma imploração da FIFA para os jogadores jogarem limpo.

Mas, apesar de tudo, tem que valorizar a iniciativa de tentar mudar o cenário. Quem sabe, em breve, também venceremos a barreira da tecnologia e deixamos o esporte um pouco mais justo.

Falando da Super Copa Pioneer 2017, o torneio se torna pioneiro (como diz o nome do Pioneer e é uma marca da equipe, que gosta de ser precursora) nesta iniciativa na várzea. Quem praticar o jogo limpo, será premiado pela Organização. Bonés, camisas da Copa, entre outros brindes, serão oferecidos para quem receber o cartão verde.

“É uma forma de estimular o jogo limpo, algo que valorizamos muito no Pioneer. É uma novidade no profissional e estamos trazendo para a várzea, porque entendemos que seria bacana para a competição e as equipes. Poderão ser premiados os jogadores, comissão técnica e diretores também”, diz Sérgio Pioneer, organizador da competição.

Segundo o site globoesporte.com, as atitudes que valem o cartão verde são:

1 – avisar ter feito a falta em favor dos adversários; 2 – parar na jogada, pois tocou a mão na bola, sem que o árbitro tenha percebido;
3 – aceitar que a penalidade foi marcada de forma correta contra sua equipe;
4 – avisar que a falta marcada a favor de sua equipe não ocorreu;
5 – avisar ter sido tiro de canto para o adversário e não tiro de meta;
6 – avisar ter sido arremesso de lateral para o adversário e não para sua equipe;
7 – avisar que um cartão aplicado a um companheiro foi incorreto e deveria ter aplicado;
8 – parar um ataque de sua equipe ao perceber que o adversário está caído por uma lesão;
9 – um integrante da comissão técnica agir de forma proativa ao evitar reclamações;
10 – evitar que um companheiro reclame da decisão de um dos árbitros da partida;
11 – árbitro perceber que o treinador orienta o jogador para jogar na bola e não fazer falta;
12 – outras ações de “fair-play”

A medida já começa a valer nos jogos da segunda fase, que acontecem neste final de semana. Quem será o primeiro a receber o cartão verde? Quem será a equipes que receberá mais cartões até o final da Copa?

Dia 9 de abril, descobriremos…

Comunicado oficial da Super Copa Pioneer 2017
Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather