google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Real Praça e Cantareira ficam no empate na Copa Bifarma

Por André Martinelli

Real Praça e Cantareira fizeram uma bela partida pela Copa Bifarma. O time de Itaquera jogou melhor durante boa parte do jogo, mas não conseguiu marcar o gol. O Cantareira, mais recuado, perdeu um pênalti ainda no primeiro tempo.
O jogo

O Real Praça começou em cima do seu adversário. Logo aos 5 minutos, André cruzou da esquerda e Saraiva, livre de marcação na área, pegou mal de cabeça, apenas resvalando na bola, que saiu pela esquerda.

Foto: André Martinelli/FCS
Foto: André Martinelli/FCS

A resposta, no entanto, não demorou a sair. Russo recebeu passe na entrada da área e bateu no canto esquerdo, para boa defesa de Marcelo.

Aos 10 minutos, Kekê cobrou falta para o Real Praça da intermediária. Com muito perigo, a bola passou rente a trave direita, assustando o goleiro.

O time de Itaquera teve mais uma oportunidade aos 27 minutos, quando Rafael chutou rasteiro de fora da área e o goleiro fez bela defesa, espalmando para o lado e evitando a defesa.

A chance de ouro do Cantareira saiu um minuto mais tarde. Japa cruzou da direita, o zagueiro Beto tentou cortar e acabou escorregando. No momento da queda, a bola ficou grudada no braço dele e o juiz assinalou o pênalti. Mauá foi para a cobrança e bateu mal, mandando ela para fora, pela esquerda.

Real Praça é melhor, mas não consegue vitória

O time de Itaquera quase não saiu do ataque na segunda etapa. O primeiro susto que o Cantareira tomou foi aos 2 minutos. Rafael bateu falta da esquerda no primeiro pau. Lelinho chegou batendo e mandou para fora, levando muito perigo.

Foto: André Martinelli/ FCS
Foto: André Martinelli/ FCS

Usando muito a lateral esquerda, o Real Praça tinha as melhores chances de marcar por aquele lado. Todas os lances eram usando a velocidade de Djow, camisa 6 do time da Zona Leste.

Aos 21 minutos, o Cantareira teve sua única oportunidade de marcar no segundo tempo. Mauá recebeu em velocidade pela direita, mas o goleiro saiu bem, do gol e fechou o ângulo do camisa 9, que bateu em cima do arqueiro.

A última chegada de perigo do jogo foi aos 31 minutos, quando Rafael cobrou falta da entrada da área. A bola desviou na barreira e o goleiro conseguiu se recuperar, fazendo a defesa.

Ficha Técnica:

Cantareira 0x0 Real Praça
Local: C.E. Oswaldo Brandão
Data: 03/09/2016
Cantareira: 1- Alexandre, 7- Japa (19- Nataniel), 4- Lincoln, 5- Deli, 8- Celso, 16- Ulisses, 17- Alison (15- Marco Antônio), 9- Mauá, 11- Churrasco, 13- Careca. Treinador: Bubu.

Real Praça:1- Marcelo, 2- Jordan, 3- Beto, 4- Lelinho, 6- Djow, 22- Baroni, 8- Rafael, 7- Saraiva, 21- Lucas, 20- André (17- Wellington), 9- Kekê (13- Esquerda). Treinador: Zagallo.

Cartões Amarelos: Japa, Nataniel, Lincoln (Cantareira); Saraiva, Kekê, Djow (Real Praça)
Árbitro: Josemir Bispo
Assistente 1: Lucas Rafael Lopes
Assistente 2: Carlos Brito
Mesária: Danielle Fontes