google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Eficiente, Palmeirinha vence Vila Albano e se classifica para as oitavas da Super Copa Pioneer

Os dois times precisavam vencer para garantir a classificação sem se preocupar com a outra partida do grupo

Por Caio Henrique

Sem poder errar, Vila Albano e Palmeirinha começaram o jogo se estudando bastante. Não queriam de forma alguma arriscar uma jogada que pudesse comprometer seu setor defensivo. Com 14 jogados, a primeira oportunidade clara de gol. A equipe da zona oeste atacava com Ruan pelo meio, que encontrou Wenson na esquerda. O lateral cruzou em meia altura na área, Celso se antecipou à marcação, dominou e bateu girando. Mas o pé salvador de Toninho fez com que a bola fosse para escanteio.

Em uma partida importante como esta, quem errar menos certamente sairá vencedor. Apenas um minuto depois de quase sofrer o gol, o Palmeirinha abriu o placar. O time do Paraisópolis é muito rápido. Após o cruzamento de escanteio adversário, eles puxaram um contra-ataque com Beh que encontrou Fabiano entrando no meio dos dois zagueiros. O atacante recebeu com calma, olhou o posicionamento do goleiro e só deu um tapa de perna direita no canto esquerdo do arqueiro, assim fazendo o primeiro do jogo.

AiXS1i_SL5MXuqxc5fNlOCOZ2lGIN-etJlx-lPK2F67u
Foto: Lucas Ribeiro/FCS

Após o gol, a partida ficou mais movimentada, mas as oportunidades de gol eram raras. Sem perder a oportunidade de ampliar o placar, o Palmeirinha fez o segundo aos vinte e cinco e tranqüilizou a partida em um todo. Novamente em um contra golpe, Fumaça roubou a bola do adversário, puxou e abriu com Saulo na direita. O centroavante conduziu, invadiu o bico da área e bateu cruzado. Bodó espalmou para o meio da área e Beh pegou o rebote de primeira e saiu para o abraço.

O Vila Albano não estava mal, era perigoso e tentava diminuir ainda na primeira etapa para, assim, voltar em cima no segundo tempo. Aos trinta e cinco minutos, Felipão bateu falta forte da esquerda, Juninho com reflexo defendeu em dois tempos e o arbitro encerrou a primeira metade do confronto.

Segundo tempo

Simplesmente eletrizante, do início ao fim. Logo aos três minutos, o Vila Albano quase diminuiu. Celso voltou para buscar a bola no meio campo, já que ela não chegava até ele, e com um chute despretensioso de fora da área, a bola quase morreu no fundo da rede. Juninho se esticou todo e conseguiu espalmar para a lateral. E novamente, dessa vez para matar de vez o jogo, o Palmeirinha foi cirúrgico. No primeiro e único ataque de perigo da segunda etapa, fez o gol. Tocando a bola com calma e paciência, Fabiano achou Rodrigo e se movimentou na frente. O meio campo observou a movimentação e de primeira devolveu para o camisa 11 que entrou na área, ameaçou bater, cortou o zagueiro para e esquerda e bateu com o peito do pé cruzado no ângulo direito.

AijM8zrXnxzV-37pbXddlvnjGFMhq9si_C4i3QEUiSRR
Foto: Lucas Ribeiro/FCS

Forte pressão do Vila Albano

Após sofrer o terceiro gol, não havia alternativa para a equipe da zona oeste que não fosse partir com tudo pra cima. Aos nove minutos, Felipão cruzou da direita e Marlon, que havia acabado de entrar, cabeceou pra fora do gol. Aos treze, Renato recebeu no meio e partiu pra cima da marcação. Com velocidade conduziu, driblou o volante, deu uma ajeitada e bateu forte, mas a bola foi sem direção novamente. Era clara a superioridade do Vila, mas a bola custava entrar.

De tanto pressionar, a bola entrou. Aos 21, Felipão bateu escanteio da direita no meio da área. Celso subiu e cabeceou no cantinho direito de Juninho, sem chances para o goleiro que foi vazado finalmente no jogo. O tempo passou, a partida já caminhava para o final, mas mostrando garra, o Vila Albano quase encostou. Faltando apenas dois minutos para o término da partida, Silvio arriscou da intermediária, mas Juninho em uma ponte de como manda o figurino, encaixou a bola. Já sem forças e sem chances de pelo menos igualar o marcador, a equipe da zona oeste foi eliminada, enquanto o time do Paraisópolis garantiu a segunda vaga no seu grupo.

Ficha Técnica
Palmeirinha 3×1 Vila Albano
Local: 
CDC Doroteia
Data: 20/02/2016

Palmeirinha: 29- Juninho, 2- Sarra, 16- Toninho, 3- Boi, 5- Guga, 7- Beh (13- Iranildo), 8- Rodrigo (19- William), 6- Esquerdinha, 11- Fabiano (17- Daniel), 10- Fumaça, 9- Saulo (15- Danilo). Técnico: Manoel.

Vila Albano: 1- Bodó, 2- Agnaldo, 3- Felipão, 4- Silvio, 5- Lê (21- Guilherme), 6- Wenson (23- Marlon), 15- Lilu (25- Marcos Paulo), 8- Ruan (20- Renato), 9- Celso, 10- Renato (18- Martins), 11- Reginaldo. Técnico: Felipe.

Cartão Amarelo: Lê e Celso (Dois amarelos e um vermelho) para o Vila Albano
Cartão Vermelho: 

Árbitro: Cristiano Gigante
Assistente 1: Marcelo Ribeiro
Assistente 2: Edson Pimentel
Representante: Willians Rocha