google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Jardim Brasil elimina Pão Caseiro e está na final da Copa Bozzano 2015

 

Por André Martinelli

Em jogo de dois campeões em 2015, o Jardim Brasil, campeão da Copa Libertadores, eliminou o atual campeão da Copa Anhanguera, Pão Caseiro, na semifinal da Copa Bozzano 2015. Em jogo muito brigado e equilibrado, os dois times não conseguiram marcar após 70 minutos. Nos pênaltis, o time da Zona Norte venceu e se classificou para a final, que será disputa contra o Nove de Julho.

O Jogo

Sem Edu Bala, expulso no último jogo, o Jardim Brasil tinha as esperanças de gol em Tiago. Logo no primeiro minuto, ele ajeitou a bola de cabeça para Baianinho na entrada da área, que chegou batendo com força e mandou a pela esquerda.

Aos 13 minutos, o time da Zona Norte quase abriu o placar em cobrança de falta. Danilo cobrou da direita na segunda trave e Edgar cabeceou com  perigo por cima do gol.

Foto: Jota Santos/FCS
Foto: Jota Santos/FCS

A primeira oportunidade do Pão Caseiro foi três minutos depois. Bruninho levou a bola pelo meio e chutou no centro do gol, para boa defesa do goleiro Du.

O time do Ipiranga ficava mais com a bola, mas tinha dificuldades de concluir suas jogadas de ataque. A última chance de abrir o placar saiu aos 34 minutos. Dentro da área, Japa recebeu cruzamento sem marcação.  Cara a cara com o goleiro, ele tentou bater cruzado, porém o goleiro fechou bem o ângulo e fez a defesa.

Jardim Brasil melhora no meio do segundo tempo e não consegue marcar

O começo da segunda etapa ficou igual ao fim da primeira. Porém, o Pão Caseiro marcou um gol logo aos 2 minutos, que foi invalidado pelo juiz na sequência. Bruninho cobrou falta da esquerda e Saulo  cabeceou no meio da área para dentro do gol, mas o auxiliar levantou a bandeira e anulou.

Dois minutos mais tarde, Julinho cobrou falta de perto da área e Du deu um soco na para afastar a bola.

Foto: Jota Santos/FCS
Foto: Jota Santos/FCS

O Pão Caseiro perdeu uma oportunidade incrível aos 14 minutos. Muca recebeu passe nas costas da zaga e saiu na cara do goleiro. Na hora de bater, Da Silva se recuperou e desarmou o jogador adversário.

Após esse lance, o Jardim Brasil acordou na partida e partiu para cima. Aos 17 minutos, Da Siva quase marcou um gol despretensioso. Ele afastou a bola da zaga com um chutão e ela foi na direção do gol. Ligado na jogada, Bahia deu um tapa na bola para evitar que ela entrasse.

Aos 19, Paulinho cobrou escanteio da direita e Flavinho cabeceou a bola sem sair do chão no meio do gol. Bem posicionado, Bahia fez uma linda defesa e a zaga afastou o perigo na sequência.

Três minutos depois, em jogada muito parecida com a da primeira etapa, Diego cobrou falta da direita no segundo pau, a bola passou por Tiago e Edgar cabeceou novamente por cima do travessão.

No último lance do jogo, Tiago quase marcou para o Jardim Brasil. Depois de cruzamento da direita, Tiago cabeceou a bola cruzada no canto esquerdo, tentando tirar do goleiro. Bahia se esticou todo e deu um tapa na bola para garantir a igualdade no placar durante o tempo normal.

A classificação do Jardim Brasil na disputa de pênaltis você confere abaixo:

Ficha Técnica:

Jardim Brasil 0 (4)x(3) Pão Caseiro

Local: Anhanguera

Jardim Brasil: 1- Du, 2- Paulinho, 3- Flavinho, 4- Churros, 6- Da Silva (21- Ivan), 17- Mancuzo (8- Diego), 22- Edgar, 18- Baianinho (11- Bistafá), 10- Dênis (16- Rafael), 19- Danilo (7- Raspadinha), 9- Tiago. Treinador: Cassiano.

Pão Caseiro: 12- Bahia, 2- Muca (18- Michel), 3- Geriel, 4- Thiagão, 6- Japa (26- Leandro), 14- Saulo, 5- Alê, 7- Julinho (27- Luiz) 8- Rodrigo (15- Lucas), 10- Bruninho (16- Flávio), 9- Amoroso (19- Jé). Treinador: Bill

Cartões Amarelos: Tiago (Jardim Brasil); Thiagão (Pão Caseiro)

Árbitro: Émerson Duarte
Assistente 1: Elias dos Santos
Assistente 2: Marcos Félix
Mesário: Ícaro Lucena