google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Atual campeão da competição, Mil Graus perde para Pão Caseiro na Copa Bozzano 2015

Por André Martinelli

Campeão da Copa Anhanguera, Pão Caseiro/Ipiranga vence Mil Graus, atual vencedor da competição, nas quartas de final da Copa Bozzano 2015 por 2×0. Após eliminar o Danúbio, time do Ipiranga enfrenta agora o vencedor de Napoli/Jardim São Carlos e Botafogo de Guaianases

O jogo

A partida começou aberta e a primeiras chances com mais perigo foram do Mil Graus. Aos 6 minutos, o Pão Caseiro saiujogando errado pelo meio da zaga e Mineiro roubou a bola. Ele arriscou da intermediária no canto direito do goleiro Bahia, que fez a defesa.

Dois minutos depois, Julio César bateu falta da entrada da área, a bola fez uma curva e foi no meio do gol, quase enganando o goleiro, que conseguiu evitar o gol.

O time do Ipiranga assustou no lance seguinte. Julinho recebeu pela direita e bateu de longe. Bem colocado, Marins espalmou para escanteio.

Foto: Lucas Ribeiro/FCS
Foto: Lucas Ribeiro/FCS

Marcando a saída de bola do Pão Caseiro, o atual campeão não dava espaços para o adversário sair jogando.

Com 11 minutos, Binho fez jogada pela direita e tocou para Ângelo na entrada da área. Ele com perigo pela direita.

O Mil Graus aproveitava o bom chute de longa distância de Julio César para tentar abrir o placar. Com 20 minutos, ele bateu bola venenosa da intermediária e obrigou o goleiro Bahia a fazer bela defesa.

Aos 29 minutos, o Pão Caseiro chegou após um belo contra-ataque puxado por Julinho. Ele levou a bola pelo meio e, mesmo com a chance de bater para o gol, soltou a bola pela direita para Bruninho. O camisa 10 bateu com perigo por cima do gol.

No último lance da primeira etapa, o Pão Caseiro conseguiu abrir o marcador. Julinho levou a bola pelo meio e ninguém chegou para marcar. Dessa vez ele bateu para o gol no canto esquerdo e o goleiro não conseguiu alcançar a bola.

Pão Caseiro faz o segundo no final e passa de fase

A segunda etapa começou com o time do Ipiranga mais recuado, já que estava com a vantagem no placar. O Mil Graus tentou pressionar no início e chegou aos 5 minutos. Éverton fez linda jogada pela direita e tentou rolar no meio da área para Mineiro, que foi travado na hora do chute.

Cinco minutos depois, Felipe pegou rebote da defesa e chutou muito perto da trave direita de Bahia.

Aos 17 minutos, Julio César recebeu na intermediária e, mais uma vez, arriscou o chute. A bola foi fazendo curva e Bahia fez a defesa no canto direito.

Um minuto depois, o Pão Caseiro quase matou o jogo.  Bruninho cruzou rasteiro da direita, Rafael desviou a bola e Julinho, embaixo do gol, mandou a bola por cima e perdeu grande oportunidade.

Foto: Lucas Ribeiro/FCS
Foto: Lucas Ribeiro/FCS

O Mil Graus não conseguia pressionar o adversário para empatar o jogo e o Pão Caseiro perdeu mais uma chance incrível aos 29 minutos. Bruninho puxou contra-ataque, ganhou na corrida de Wellington e cruzou da esquerda para Flávio, que estava sozinho dentro da área. Ele bateu de primeira por cima do gol e desperdiçou a chance.

Já na parte final do jogo, o Mil Graus partiu para o tudo ou nada. Aos 33 minutos, Julio César levou da esquerda para o meio e chutou com efeito pela direita.

Dois minutos depois, a bola ficou pingando na intermediária e Fabão virou batendo. O goleiro Bahia resvalou na bola e ela explodiu no travessão.

No minuto seguinte, Ângelo bateu a meia altura de dentro da área e o goleiro deu um soco na bola no centro do gol, fazendo uma defesa estranha.

Aos 37 minutos, o Pão Caseiro fez o segundo e colocou ponto final no jogo. Rafael fez jogada pela esquerda, levou a bola para a linha de fundo e rolou no meio da área para Lucas. Ele dominou e bateu com calma no canto direito, só tirando do goleiro. Sem tempo para mais nada, o juiz encerrou a partida.

Ficha Técnica:

Mil Graus 0x2 Pão Caseiro

Local: CDC Décio da Silva (Anhanguera)

Mil Graus: 1- Marins, 19- Éverton (14- Fabão), 2- Sulivan, 4- Gerê, 6- Caio (17- Viola), 5- Wellington, 7- Julio César, 8- Brás (13- Felipe), 9- Binho, 20- Ângelo, 18- Mineiro (16- Diego). Treinador: Cartola.

Pão Caseiro: 12- Bahia, 2- Muca, 3- Geriel, 4- Thiagão, 6- Japa (19- Viola), 5- Alê (18- Leonardo), 13- Marquinhos (9- Rafael), 10- Bruninho (16- Lucas), 8- Rodrigo, 14- Saulo, 7- Julinho (15- Flávio). Treinador: Bill.

Árbitro: Marcelo Ribeiro
Assistente 1: Adilson José da Silva
Assistente 2: Paulo Pinheiro
Mesário: Ícaro Lucena