google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

O bom filho a casa torna

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather

Boa Esperança reinaugura seu campo em festival com vitória sobre o São Paulino 

Por Caique Silva e Eduardo Suguiyama

Certamente dia 26 de abril ficará pra sempre na memória de um gigante da várzea, o Boa Esperança de São Mateus, o único Bicampeão invicto da Copa Kaiser. Esse belo dia de domingo foi marcado pela reinauguração de seu campo, após um bom tempo em reformas. Em festival organizado para comemorar essa data, o Boa venceu por 3×2 o time do São Paulino.

O primeiro tempo

Marcando forte no meio campo e pressionando a saída de bola do adversário, o Boa logo conseguiu abrir o placar aos 8 minutos com o camisa 9 Magrão, em falha de saída de bola do goleiro Zé.

O Boa mesmo vencendo não recuou, e deu resultado. Aos 13 minutos Eric ampliou em gol de falta. A partir daí, o Boa se fechou e limitou-se a chutões para a frente.

Foto1
Domínio do São Paulino

Como era de se esperar, perdendo de 2×0 o São Paulino se lançou todo ao ataque, adiantou todas as linhas de marcação e ganhava todas as bolas rebatidas no meio campo até chegar ao seu gol, que resultou em linda enfiada de bola de Ferrugem, para Buiu tocar na saída do goleiro Dedé. Pelo posicionamento dos times em campo, já era de se esperar um empate do São Paulino que ditava o ritmo da partida.

Um banho de água fria na reação

Em nova falha bizarra do goleiro Zé, o oportunista Magrão marcou mais um. O camisa 9 cheio de moral disse no intervalo: “Raça não falta, eu acredito em todas as bolas e foi isso que vocês viram no primeiro tempo”. 3×1 Boa Esperança.

Substituições do intervalo

Ambos os times mexeram no ataque. O Boa colocou o atacante Vinicius e o meio campiFoto3sta Bel. O São Paulino tirou o lateral direito Ferrugem para a entrada do atacante Jairo.

 

O segundo tempo

A segunda etapa começou e com ela um novo domínio do São Paulino, uma vez que o Boa apostava nos longos lançamentos para o atacante Vinicius, que levava a pior diante da zaga, sempre isolado.

Artilheiro machucado e expulso

O artilheiro do jogo Magrão sentiu lesão muscular na coxa esquerda e precisou sair carregado de campo. Mais tarde, recuperado das dores, o atacante foi expulso mesmo no banco de reservas após ofensas ao árbitro.

Gol mal anulado do São Paulino

Em ótima jogada pela direita do camisa 10, Leandrinho, o atacante Jairo empurrou a bola para o fundo do gol em posição legal. O juiz anulou.

Foto2O dedo do técnico

Assim que o treinador do São Paulino promoveu a entrada do meio campista Ricardinho, o desenho tático se modificou por inteiro. Agora o time tinha um armador que organizava todas as jogadas e chamava a responsabilidade do jogo. Foi dos pés dele que saiu o passe no meio da zaga do Boa para que Josimar descontasse para o time tricolor.

Fim de jogo

Mesmo levando sufoco, a zaga do Boa não cometeu mais falhas e limitou-se apenas a afastar o perigo e garantindo a vitória em seu território. 3×2 para o time da casa em grande jogo.

 

Ficha Técnica

Boa Esperança

Titulares           

1 – Dedé, 2 – Paulinho, 3 – Dilsinho, 4 – Tita, 6 – Eric, 15 – Guga, 20 – Bruno, 10 – Galego, 5 – Wellington, 17 – Felipe, 9 – Magrão

Banco

19 – Vinicius, 7 – Vinicius A., 18 – Tiago, 8 – Bel,  11 – Viola

Técnico: Hamilton

São Paulino

Titulares

1 – Zé, 3 – Tiago, 4 – Silas, 2 – Ferrugem, 6 – Michel, 5 – Buiu, 7 – Vaninho, 8 – Marcos, 10 – Leandrinho, 9 – Dedimar, 11 – Josimar

Banco

12 – Ricardinho, 19 – Jairo, 18 – Paulinho

Técnico: Gérson

Árbitro: Feijão

Cartões Amarelos:

5 – Wellington (Boa Esperança)

6 – Michel (São Paulino)

Cartão Vermelho:

9 – Magrão (Boa Esperança)

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *