google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Escândalo na FIFA: Enfim, tudo jogado no ventilador

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather

O que já era de se esperar e sempre foi suspeitado, enfim ganha efetividade. Corrupção dentro da FIFA colocam sete na cadeia

uber_fifa-5
A maior entidade do tão amado esporte mundial, o Futebol, que deveria ter seu papel de respeitada por todos, há tempos não tem esse prestígio. Na madrugada dessa terça (27), em uma operação da polícia suíça, com todo respaldo do FBI, foram presos sete “chefões”, dentre eles o ex presidente da CBF José Maria Marin, todos acusados de extorsão, fraude e conspiração para lavagem de dinheiro.

Dentre os brasileiros além de Marin, temos também José Margulies e J Hawilla (dono da Traffic). O último é considerado de fato culpado dos crimes, os outros dois acusados.

O fato nos faz pensar que o esporte que tanto amamos e sentimos orgulho em acompanhar e torcer por algum time ou seleção, se transformou em uma forma de enriquecer de maneira ilícita, onde os principais responsáveis pelo bom andamento e progresso do esporte não o fazem. Pior ainda, temos representantes diretos de nosso país nesses escândalos, que estão apenas começando a serem desvendados, justo o Brasil, conhecido mundialmente como país do futebol, que deveria servir de exemplo em todos os âmbitos.

O “baixinho” Romário, atuamente deputado, comemorou muito a atitude, que segundo ele prendeu um dos maiores ladrões, se referindo ao ex-presidente Marin, aproveitando para atacar o atual presidente Marco Polo Del Nero também.

Se dentro das quatro linhas o futebol atual pouco empolga, tais escândalos tomam rumo ao mesmo caminho fora dos gramados também. “A situação do futebol brasileiro é culpa dessas pessoas, que não estão nem um pouco interessadas em ajudar. Só pensam no dinheiro”, disse também Romário em pronunciamento pela manhã, o que não falta com a verdade em momento algum, uma vez que nosso futebol, principalmente na seleção, vive uma de suas piores fases.

Enquanto o dinheiro e a política falarem mais alto que o amor ao esporte e à camisa como sempre foi, o nosso futebol vai continuar cada vez mais longe de como gostaríamos. Que esse seja o primeiro grande ato de muitos dentro do esporte, afim de resgatar o verdadeiro futebol e a dignidade das instituições que mancham a cada dia esse linda história que se inciou 1894.

Por Caique Silva

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *