google.com, pub-3723287605272792, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Com mais de 5 mil pessoas presentes, Sedex e Ajax não saem do zero

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather

Por Caio Henrique

Na tarde do último domingo(19), as tradicionais equipes do Sedex e Ajax, se enfrentaram no CDC Nova Era, com o mando da equipe do Tiradentes. O confronto ficou marcado por muita disposição e um verdadeiro show de ambas as torcidas.

Campo lotado para Sedex x Ajax
Campo lotado para Sedex x Ajax (Foto: Caio Henrique/FCS)

O Jogo

Como mandante, o Sedex tinha a obrigação de se impor diante do Ajax, e foi isso o que aconteceu. Nos primeiros 20 minutos, os donos da casa pressionaram em busca do gol que daria tranquilidade.

Aos quatro minutos, em velocidade pela esquerda, Pedro Novais cruzou e Robinho cabeceou com força no meio do gol, o goleiro Guilherme operou um verdadeiro milagre, fazendo explodir o CDC Nova Era. Os visitantes sentiram a pressão do início, e aos oito minutos, quase o placar foi aberto.

Em cobrança de falta, Papi cruza, a zaga do Ajax afasta, porém quase faz um gol contra, e a bola vai para fora. Após a cobrança de escanteio, Pet pedalou, driblou, e cruzou no

Sedex x Ajax no CDC Nova Era (Foto: Caio Henrique)
Sedex x Ajax no CDC Nova Era (Foto: Caio Henrique)

chão, ninguém entrou para concluir.

O Lobão tentava equilibrar as coisas, mas o Sedex, com muita disposição, partia para cima com toques de primeira no meio, e muita velocidade de Juquinha e Pet. O camisa 8

aos 13 minutos de jogo, cobrou uma falta da esquerda que passou muito perto da meta defendida pelo excelente Guilherme. Após esse lance, o jogo ficou mais equilibrado, o calor era muito grande, e as equipes começaram a se preservar para não se cansarem muito.

Apenas um lance de perigo a mais aconteceu. Aos 20 minutos, Robinho recebeu no meio para fazer o pivô, o atacante do Sedex girou, arriscou, a bola raspou a trave.

A primeira etapa se manteve equilibrada, ambas as equipes mostravam muita vontade. Conforme o tempo foi passando, o cansaço foi batendo e os times fizeram um jogo de segurança para evitar um gol surpresa. A partida se concentrou no meio de campo com algumas viradas de jogo até o arbitro apitar o fim dos primeiros 35 minutos.

11753917_1065725156778444_1704591250_n
Alambrado lotado no CDC Nova Era (Foto: Caio Henrique)

A etapa final começou com um equilíbrio maior. Nenhuma das equipes se sobrepôs a outra. O empate sem gols não parecia um bom resultado para o Ajax, que no contra-ataque quase saiu na frente. Aos quatro minutos, Tico levou a bola até a linha de fundo direita e cruzou, houve um bate rebate na área e a bola sobrou para Jorge que chutou por cima do gol, desperdiçando uma clara oportunidade. Depois de uma chance como a que foi perdida, o jogo ficou mais truncado. Eram muitos chutes pra cima, muitas tentativas de lançamentos sem efeito nenhum.

Até que aos 23 minutos, aconteceu uma rara jogada trabalhada. O lance poderia ter mudado completamente a história do confronto. Thiaguinho e Rodrigo tabelaram pelo meio, até que Rodrigo saiu cara a cara com Renatinho, o atacante do Ajax pensou e tentou chapar por cima, a bola bateu no travessão, na linha e não entrou. A zaga afastou e evitou o perigo.

O jogo foi se encaminhando para o final, as duas equipes sentiram que esse era um bom resultado e seguraram o placar para que a decisão fosse definida realmente na Vila Rica. Apenas um lance de perigo do Sedex aconteceu. Com 27 minutos, após cobrança de escanteio, Pet cabeceou e a gorduchinha passou perto. O grande clássico terminou sem gols, e o jogo da volta promete ser muito emocionante.

Torcedores dão show no Nova Era

Além do bom jogo, as torcidas de ambas as equipes e também de outros times que compareceram merecem todos os aplausos. Mais de cinco mil pessoas foram prestigiar um jogo de várzea. Muitos dizem que a várzea está morrendo, e é evidente que muitas coisas foram mudadas sim, é natural, porém a essência do verdadeiro varzeano continua viva, e a prova foi essa.

Muitos jogos de campeonatos profissionais do nosso país não recebe um publico desse porte. A várzea nos proporciona momentos históricos, e esse dia 19/07/2015 ficará marcado como um dos dias mais importantes da história da várzea paulistana.

Desde já fica o convite. Você que tiver a oportunidade, compareça no CDC Vila Rica no jogo da volta, no próximo domingo, às 14h, com toda certeza também será um dia histórico para o futebol amador da cidade de São Paulo.

Ficha técnica

Sedex: 1. Renatinho; 2. Sergipano; 3. Alemão; 4. Thiago; 5. Papi; 6. Alex; 17. Vinicius; 11. Pedro Novais; 15. Robinho; 8. Pet; 10. Juquinha Reservas: 14. Wesley; 16. Luis; 7. Leandro Marques; 23. Gil; 13. Diego; 12. Fernando; 18. Carlos; 9. Felipe; 21. Jefferson; 19. Rodrigo; 22. Rafael

Substituições: Saíram 17. Vinicius; 5. Papi Entraram 18. Carlos; 19. Rodrigo

Escalação Ajax: 12. Guilherme; 3. Rodrigo; 5. Vinicius; 20. Fred; 7. Uoshington; 6. Amassado; 16. Bacare; 11. Tico; 9. Jorge; 22. Thiaguinho; 14. Paulinho Reservas: 10. Jackson; 1. Alison; 8. Jefferson; 21. Artur; 13. Silvio; 19. Thiago; 18. Bruno; 15. Luciano; 17. Rodrigo

Substituições: Saíram 7. Uoshington; 9. Jorge; 16. Bacare; 11. Tico Entraram 10. Jackson; 17. Rodrigo; 18.Bruno; 8. Jefferson

Arbitro: Mario Junior

Auxiliar 1: Gonçalves Leonardo

Auxiliar 2: Ronaldo Amaral

Cartões Amarelos Sedex: 4. Thiago

Cartões Amarelos Ajax: 5. Vinicius; 20. Fred

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmailby feather

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *